Portal ENSP - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca Portal FIOCRUZ - Fundação Oswaldo Cruz
Início / Palavras Chave / Corporate social responsibility

Corporate social responsibility

03/11/2021

Enquanto os governos têm o poder de restringir regulamentos da indústria, infelizmente, o oposto parece ter acontecido nestes tempos difíceis. No muitos países, os governos têm protegido e até promoveu a TI. O tabaco já é o responsável por cerca de 8 milhões de mortes anuais em todo o mundo1 e saúde e as perdas de produtividade custam cerca de US $ 1,4 trilhão todos os anos. No entanto, os governos foram persuadidos a acomodar as demandas e lobby deste prejudicial indústria e aceitar sua caridade, conforme mostrado no Global Índice de Interferência da Indústria do Tabaco 2021 (o Índice).

Referência

GLOBAL Tobacco Industry Interference Index 2021. Global Center for Good Governance in Tobacco Control, Thialand, 2021, nov. 2021. 72p.

 

23/07/2021

Objetivo 3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todas e todos, em todas as idades

3.1 Até 2030, reduzir a taxa de mortalidade materna global para menos de 70 mortes por 100.000 nascidos vivos

3.2 Até 2030, acabar com as mortes evitáveis de recém-nascidos e crianças menores de 5 anos, com todos os países objetivando reduzir a mortalidade neonatal para pelo menos 12 por 1.000 nascidos vivos e a mortalidade de crianças menores de 5 anos para pelo menos 25 por 1.000 nascidos vivos

Fonte: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs/3

 

23/07/2021

Fortalecer a implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco em todos os países

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade. Estes são os objetivos para os quais as Nações Unidas estão contribuindo a fim de que possamos atingir a Agenda 2030 no Brasil.

Fonte: https://amb.org.br/tabagismo/combate-ao-tabagismo-um-dos-objetivos-de-desenvolvimento-sustentavel-3/

 

29/10/2020

fact sheets with the topics considered outstanding in order to promote debates and decision making in the scope of tobacco control. In this edition, the following points are presented: Fiocruz will house the newest WHO knowledge center; in an election year, Philip Morris aims to promote corporate social responsibility (CSR) actions in tobacco producing municipalities; partnerships with the tobacco industry conflict with public health interests; good news: Marvel and Netflix pledge to decrease cigarette display.

Referência

KORNALEWSKI, Alex Medeiros; CARVALHO, Daniel da Costa e Silva de; BARATA, Danielle; LEONEL, Filipe; TURCI, Silvana Rubano. Destaques do Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco. Cetab/Ensp/Fiocruz, Rio de Janeiro, mai. 2017. Acesso em: 13 jul. 2017.

 

22/10/2020

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, ao propor um plano de ação claro em direção a um futuro sustentável, tornou-se um referencial para todos os setores da sociedade. Este grande pacto convida todos a repensarem o seu papel, incentivando mudanças transformadoras e sistêmicas. Alguns anos após o seu lançamento, a clara necessidade de encontrarmos sinergias para acelerar ainda mais o ritmo para atingir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), deixa evidente o papel que a colaboração entre as diferentes partes interessadas desempenhará nesta jornada.

Fonte: https://www.aberje.com.br/coluna/o-papel-da-comunicacao-frente-a-agenda-esg

 

30/07/2020

O lançamento desta IV edição do Relatório Luz da Sociedade Civil da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável no Brasil ocorre em um momento extremamente desafiador na história recente global. Nacionalmente, às múltiplas crises – política, social, econômica e ambiental – já tratadas em edições anteriores soma-se agora a pandemia da Covid-19, que expõe de forma cruel os desafios de um país marcado por imensas desigualdades. Como não poderia deixar de ser, em 2020, nosso estudo de caso é sobre o impacto do novo coronavírus no Brasil, em diálogo com cada um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O esforço colaborativo das organizações que participaram desta edição é um exemplo do compromisso da sociedade civil brasileira com a informação baseada em evidências e com a transparência, requisitos fundamentais para orientar as políticas públicas e alimentar a cultura democrática e de participação cidadã que tanto prezamos. As metas e indicadores analisados trazem luz à preocupação uníssona do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para Agenda 2030 e parceiros com os rumos evidentemente contrários do país à Agenda 2030.

Fonte: https://actbr.org.br/post/iv-relatorio-luz-da-sociedade-civil-sobre-a-agenda-2030/18555/