Portal ENSP - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca Portal FIOCRUZ - Fundação Oswaldo Cruz
Início / Estrategias E Taticas / Táticas midiáticas

Táticas midiáticas

Relações Públicas

"Moldam a opinião pública, utilizando os meios de comunicação para promover posições favoráveis à indústria."1.

A indústria há muito tempo emprega a mídia para promover os seus próprios fins. Com a desconfiança do público em relação a suas mensagens, as indústrias fumageiras passaram a ''falar'' através de terceiros. Hoje sabemos que todas as empresas de tabaco ainda empregam assessores de imprensa, que escrevem e publicam ''releases'' a favor da indústria, organizam entrevistas coletivas e visitas a redações, fornecendo relatórios e dados para jornalistas, especificamente jornalistas da área econômica.

Seminários internos (''in house'')

Menos visíveis são os contatos da indústria com a mídia 'por debaixo dos panos'. Em março de 2000, o serviço internacional da BBC organizou um seminário sobre o hábito de fumar intitulado "Fumar ou não fumar", que ofereceu uma vitrine tanto para a indústria como para a comunidade de controle do tabaco (Action on Smoking and Health e OMS)2. A carta de agradecimento da BBC (assinada pelo gerente de projetos educacionais do serviço internacional da emissora, Robert Seatter)3 e endereçada ao assessor de imprensa da British American Tobacco (BAT) sugere que o evento foi um sucesso, pelo menos da perspectiva do networking da BAT: 

''Prezado Fran,''

''Um agradecimento oficial de minha parte e da equipe de produtores pela apresentação esclarecedora e proveitosa que você fez em nosso recente seminário sobre o fumo! Todos os participantes do seminário acharam o dia extremamente produtivo no sentido de expressar a complexidade e atratividade das questões abordadas, e isso irá, tenho certeza, se refletir em seu trabalho junto a emissoras de rádio e online. Tenho certeza de que iremos retomar o contato consigo em futuro próximo para informações e consultas adicionais.'' 

Matérias pagas

Uma maneira mais indireta de ''media advocacy'' inclui encomendar editoriais, colunas e artigos jornalísticos através da contratação de especialistas independentes, ou seja, a aplicação de Técnicas Envolvendo Terceiros ou convencer editores a escreverem tais materiais, assinando-os como autores.

"Turning Free Speech into Corporate Speech"4 é o título de um artigo sobre os esforços da Philip Morris para influenciar jornalistas norte-americanos e europeus, no que se refere ao relatório da Environmental Protection Agency (EPA), dos EUA, sobre fumo passivo. Pesquisas realizadas com os documentos da indústria fumageira revelam que a Philip Morris envidou esforços para obter cobertura favorável na imprensa através da empresa de Relações Públicas Burson.Marsteller na década de 1990, e até chegou ao ponto de patrocinar uma escola de jornalismo norte-americana. Além disso, jornalistas associados a institutos de pesquisa, que recebiam verbas da Philip Morris, escreveram inúmeros artigos criticando a atuação da EPA.

'Wining and Dining'

A tentativa de influenciar a política editorial algumas vezes inclui ''wining and dining'' _ empresas sob ataque aproveitam toda e qualquer oportunidade para construir ou manter boas relações com editores e donos de empresas de comunicação _ e políticos também _ através da oferta de amenidades gratuitas. No Brasil, entre os jornalistas, tais amenidades são conhecidas como 'boca livre'. 

Responsabilidade Social Corporativa

Grande parte da estratégia midiática da indústria fumageira diz respeito à gestão de sua reputação. A Responsabilidade Social Corporativa é de importância crescente quando se trata de garantir uma "licença para operar" _ a aceitabilidade da empresa e da indústria aos olhos do público. É importante criar uma imagem positiva, mesmo que a indústria do fumo mate um em cada dois de seus usuários de longa data. Um bom exemplo de uma empresa usando filantropia para alavancar sua imagem pública é o programa de Bolsas da BAT para Jovens Afegãs.

O 'Estado-babá'

O objetivo de uma estratégia midiática é tanto focar-se em formuladores de políticas e no público em geral, visando influenciar o debate público, bem como deslocar o foco dos debates  envolvendo fumo e saúde para questões mais sedutoras. Esta visão popular _ e quase populista _ tenta enquadrar o controle do tabaco como uma inteferência governamental desnecessária, ou 'Estado-babá', como uma ameaça à liberdade do consumidor e aos direitos individuais. 

O jornal ''Financial Times'' apud (TOBACCO TACTICS, 2012) afirma, por exemplo, que a BAT atacou as propostas de embalagem genérica feitas pelo governo britânico, ao sugerir que tinha aliados no movimento libertário. Michael Prideaux (em inglês), Diretor de Comunicações da BAT, disse: "Eu acho que o argumento libertário repercute entre as pessoas que normalmente não ligam para o que a indústria fumageira diz"5

Além disso, a 'captura' do termo "discriminação" por parte da indústria e seus defensores é uma forma de tentar reconfigurar o debate de modo a que a indústria, os varejistas e os fumantes sejam retratadas como pobres vítimas da 'excessiva regulamentação' e da 'intromissão' do governo no campo das liberdades individuais.

Táticas midiáticas: algumas motivações políticas

A tática de veicular anúncios em mídias específicas costuma disseminar um discurso que tem por objetivo manifestar desaprovação sobre determinado conteúdo editorial ou para forçar a publicação de certos relatórios além de fomentar uma visibilidade positiva da indústria fumageira. Em exemplo, podemos citar o lançamento da Antologia da Revista Souza Cruz, que constrói uma imagem positiva da indústria além de mencionar a colaboração de pessoas famosas, como Manuel Bandeira, Lima Barreto, Cecília Meireles e Di Cavalcanti6.

A este respeito, ver também:

* Tática RSC
* Táticas publicitárias e marketing
* Táticas online
* Táticas educativas

02/10/2020

Será realizada neste sábado (3) a quarta e última etapa da pesquisa de soro prevalência da Covid-19 em Venâncio Aires, idealizada pelo Cisvale, Amvarp, Unisc e Philip Morris Brasil.

A exemplo das demais três rodadas realizadas em Venâncio Aires, serão visitadas e abordadas 212 pessoas em estabelecimentos e em residências, na cidade e interior, por 18 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, devidamente identificados e com equipamentos de proteção.

Referência

VENÂNCIO Aires tem última etapa de pesquisa da Covid-19. Independente, Rio Grande do Sul, 2 out 2020. Disponível em: https://independente.com.br/venancio-aires-tem-ultima-etapa-de-pesquisa-.... Acesso em: 12 jun 2024.

Fonte: https://independente.com.br/venancio-aires-tem-ultima-etapa-de-pesquisa-da-covid-19-neste-sabado/

 

29/09/2020

Acontece  a edição de setembro do Café Empresarial da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Santa Cruz do Sul. A edição ocorrerá em formato virtual, com transmissão pelo Instagram @aci_scs. A convidada é a gaúcha Hildengard Allgaier, sediada em São Paulo, gerente de inovação e sustentabilidade do Sistema B para o Brasil, movimento global que pretende redefinir o conceito de sucesso nos negócios e identificar empresas que utilizem seu poder de mercado para solucionar algum tema social e ambiental. A condução do painel ficará a cargo de Gabriel Quiliconi, executivo de Relações Governamentais, Institucionais e Sustentabilidade Corporativa da JTI – Japan Tobacco International, e também diretor de Sustentabilidade da ACI Santa Cruz do Sul.
 

Referência

CAFÉ Empresarial da ACI ocorre na manhã desta terça-feira. Gazeta do Sul, Rio Grande do Sul, 29 set 2020. Disponível em: http://www.gaz.com.br/conteudos/regional/2020/09/29/171219-cafe_empresar.... Acesso em: 17 jun 2024.

Fonte: http://www.gaz.com.br/conteudos/regional/2020/09/29/171219-cafe_empresarial_da_aci_ocorre_na_manha_desta_terca_feira.html.php

 

28/09/2020

Resgate da história de Santa Cruz do Sul atrelada ao tabaco.

Referência

INDUSTRIALIZAÇÃO da segunda metade do século 20 conectou a cidade ao mundo todo. Gazeta do Sul, Rio Grande do Sul, 28 set 2020. Disponível em: http://www.gaz.com.br/conteudos/regional/2020/09/28/171190-industrializa.... Acesso em: 17 jun 2024.

Fonte: http://www.gaz.com.br/conteudos/regional/2020/09/28/171190-industrializacao_da_segunda_metade_do_seculo_20_conectou_a_cidade_ao_mundo_todo.html.php

 

24/09/2020

Em junho, o procurador-geral do Estado americano de Minnesota processou a ExxonMobil, entre outras empresas, acusando-a de promover uma "campanha fraudulenta" que deliberadamente tentou sabotar a ciência que comprova o aquecimento global.

A seguir, a BBC mostra o que está por trás dessas acusações. E também como elas se assemelham à campanha promovida pela indústria tabagista para tentar, décadas atrás, esconder os malefícios do cigarro à saúde.

Referência

COMO a indústria do petróleo pôs em dúvida o aquecimento global usando táticas dos fabricantes de cigarro. BBC, São Paulo, 24 set 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54284565. Acesso em: 17 jun 2024.

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54284565

 

18/09/2020

foram divulgados os nomes dos 20 jovens contemplados com o Projeto Quintais Orgânicos de Frutas, da Embrapa Clima Temperado, com patrocínio da Philip Morris do Brasil e parceria com a Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (Efasc), há 11 anos. Dentre eles, dois estudantes venâncio-airenses integram a lista de contemplados.

Referência

DOIS venâncio-airenses são contemplados no Projeto Quintais Orgânicos de Frutas. Folha do Mate, Rio Grande do Sul, 18 set 2020. Disponível em: https://folhadomate.com/noticias/rural/dois-venancio-airenses-sao-contem.... Acesso em: 17 jun 2024.

Fonte: https://folhadomate.com/noticias/rural/dois-venancio-airenses-sao-contemplados-no-projeto-quintais-organicos-de-fruta/

 

15/09/2020

Guilherme Silva foi nomeado diretor geral da Japan Tobacco International (JTI) para os mercados da Ibéria, um cluster que inclui os mercados de Portugal, Espanha, Andorra e Gibraltar.

A empresa japonesa é a companhia de tabaco que mais cresce neste cluster, mercado onde recentemente atingiu a sua quota recorde (25,2%).

Guilherme Silva sucede a Tom Osborne como líder de uma equipa de mais de 750 profissionais que trabalham nas fábricas, departamentos comerciais e escritórios dos mercados deste cluster. Com mais de 15 anos de experiência na companhia, chega a Madrid vindo de Genebra, sede multinacional, onde ocupava o cargo de vice-presidente de marketing e vendas para a região da Europa Ocidental, desde 2018.

Referência

GUILHERME Silva é o diretor geral da Japan Tobacco International na Ibéria. Grande Consumo, Lisboa, 15 set 2020. Disponível em: https://grandeconsumo.com/guilherme-silva-e-o-diretor-geral-da-japan-tob.... Acesso em: 12 jun 2024.

Fonte: https://grandeconsumo.com/guilherme-silva-e-o-diretor-geral-da-japan-tobacco-international-na-iberia/#.YAW7q-lKj2R

 

11/09/2020

Há 20 anos, a então diretora geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Gro Brundtland, disse que “o tabagismo é uma doença transmissível a partir da mídia, da indústria do entretenimento e mais diretamente pelas ações de marketing da indústria do tabaco”. As associações do marketing com sucesso, prazer, liberdade, virilidade, entre outras, continuam a incentivar a iniciação de jovens e adolescentes ao consumo desses produtos, geradores dependência química e transtorno mental.

Referência

MARKETING da pandemia do tabagismo. O Tempo, Minas Gerais, 11 set 2020. Disponível em: https://www.otempo.com.br/opiniao/artigos/marketing-da-pandemia-do-tabag.... Acesso em: 12 jun 2024.

Fonte: https://www.otempo.com.br/opiniao/artigos/marketing-da-pandemia-do-tabagismo-1.2383419#

 

29/08/2020

O presidente da Afubra, Benicio Albano Werner, participa do programa deste sábado, abordando, inicialmente, o documento que a entidade está elaborando e encaminhará a Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul sobre a Reforma Tributária Estadual. Na sua avaliação, a proposta irá penalizar o produtor rural, principalmente, os menores, que, hoje, estão isentos de impostos e que terão que pagar, se aprovada nos moldes propostos. Disse também que o consumidor irá pagar parte da conta, porque uma vez havendo a tributação para o setor primário a consequência vem, em seguida, para a parte final da cadeia produtiva. Werner fala ainda das 1.538 lavouras atingidas por granizo numa época atípica.

Fonte: https://afubra.com.br/noticias/11434/programa-da-afubra-dia-29-de-agosto-de-2020.html

 

29/07/2020

Indústria ajuda a frear queda na empregabilidade. 

Mesmo com pior saldo de geração de empregos da série histórica, município ficou entre os que mais abriram vagas no País

Sem impactos significativos na contratação de trabalhadores temporários nas indústrias de tabaco, Santa Cruz do Sul conseguiu fechar o primeiro semestre de 2020 com saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada, apesar do recuo na atividade econômica imposto pela pandemia, e foi o terceiro município do País que mais abriu vagas no primeiro semestre. Por outro lado, a maior parte dos setores, incluindo comércio e serviços, registraram bem mais demissões do que admissões.

Referência

 

21/07/2020

Uma das principais empresas do setor de tabaco no Brasil, a Souza Cruz vai mudar de nome. Em nota enviada à Gazeta do Sul nesta terça-feira, 21, a companhia confirmou que, a partir de agora, se chamará BAT Brasil. Trata-se de um movimento global com o objetivo de unificar e fortalecer a marca British American Tobacco (BAT), que é a controladora da Souza Cruz desde 1914.

Referência

SOUZA Cruz confirma que vai mudar de nome. Gazeta do Sul, Rio Grande do Sul, 21 jul 2020. Disponível em: http://www.gaz.com.br/conteudos/regional/2020/07/21/168306-souza_cruz_co.... Acesso em: 12 jun 2024.

Fonte: http://www.gaz.com.br/conteudos/regional/2020/07/21/168306-souza_cruz_confirma_que_vai_mudar_de_nome.html.php

 

Páginas